Atividades complementares em uma Escola que é Viva

por Fernando Cardoso - Coordenador Pedagógico de Fundamental 1 e de Atividades Complementares

 

Eu, eu mesmo e uma frase

Durante muito tempo, uma frase me chamou a atenção: “Aprender é uma experiência viva!”

De modo geral, ela acompanhava textos e comunicados da Escola Viva e, muitas vezes, sem perceber, eu ficava refletindo sobre ela. 

Entre muitos devaneios, eu, de fato, concluía que realmente “aprender  é uma experiência viva”, mas como saber se eu aprendi? Quando eu sinto que já sei?

E cada vez que eu chegava perto de uma resposta, uma nova pergunta surgia…entendi, então, que uma escola que é Viva sempre vai estimular em seus colaboradores, colaboradoras, famílias e estudantes, o pensamento crítico, o interesse pela investigação, a elaboração de boas perguntas, as respostas criativas e coerentes, a expressão corporal e artística, a exploração de diversas linguagens, a eleição de critérios para fazer escolhas etc.

Eu, eu mesmo e uma escola

No site da Escola Viva, uma informação se destaca: "Fundada por mulheres nos anos 70, a Viva é uma instituição educacional brasileira que conecta pessoas e saberes, valoriza a cultura, a arte e o desenvolvimento sustentável.

Penso eu: “Uau! Mas é possível?”

E rapidamente descubro que sim, afinal, uma escola que nasce de um ateliê de arte (Atelier Arte e Expressão) fundada por três educadoras (Helô Pavan, Mariangela e Maria Ignez) em um momento crítico no qual as escolhas e a liberdade de expressão estavam comprometidas, só pode ser, afinal, um lugar de experiências vivas.

No livro “Escola Viva”, do Antonio Prata, Helô cita: “Era numa casa pequena, mas já tinha o essencial: uma grande árvore, viveiro para as nossas galinhas, um coelho Pedro, um canteiro para plantar e muito lugar para as doze crianças brincarem. Lá não faltavam músicas, muitas cores de tintas, o barro e um cheirinho de bolo sempre no ar…”

E foi assim que nasceu a Educação Infantil (1976), depois o Fundamental 1 (1996), em seguida o Fundamental 2 (2001) e, por fim, o Ensino Médio (2010). Mas o curioso é que, ao longo de todos esses anos, as atividades do Atelier Arte e Expressão (aquele onde tudo começou em 1974) mantiveram-se presentes no cotidiano e na história da nossa escola. 

Eu, nós e as atividades complementares

Em 2023, passamos a chamar as atividades do Atelier Arte e Expressão (Atelier+) de Atividades Complementares.

Com o objetivo de oportunizar cursos diversos para que nossos alunos e alunas de todos os segmentos possam ampliar as relações, as experiências, as trocas e desenvolver novas capacidades, além daquelas que já são exploradas no currículo regular, selecionamos ótimos parceiros para oferecer cursos complementares alinhados com a proposta pedagógica e o DNA da Escola Viva.

E dia a dia, nossas Atividades Complementares preenchem e transformam os espaços da nossa escola. 

As diferentes linguagens e as experiências - tão diversas e potentes - ampliam os horizontes do conhecimento e enriquecem, cada vez mais, os nossos componentes curriculares. 

 

 

Mas o que complementam as atividades complementares?

As atividades complementam o currículo, pois ampliam as experiências, possibilitando novas relações sociais, o desenvolvimento de outras habilidades e competências, além das já trabalhadas em sala de aula. Rompem as fronteiras do currículo regular e ampliam possibilidades de vivenciar, explorar e acessar, dentro do espaço escolar, novas e diferentes experiências corporais, manuais, artísticas, intelectuais e digitais, além de valorizar o convívio social e fomentar as boas relações, dentro e fora da escola. 

E o mais legal é que o próprio estudante pode fazer as suas escolhas!

Vocês e eu, que nos complementamos na escola

Para finalizar, e justificar a minha experiência de aprendizagem Viva, agora que também atuo diretamente nas Atividades Complementares, cito mais uma frase da Helô Pavan para o mesmo livro de Antonio Prata: 

“A Escola Viva se alimenta das diferenças, da alegria, do prazer e, principalmente, do cuidado com os detalhes de cada um que dela participa.”

A fase escolar é um período complexo, que envolve integralmente alunos(as), famílias e escola. Todos nós aprendemos durante a viagem, ou seja, aprender é uma aventura coletiva, então que tal viver as melhores experiências?

Fica aqui o meu convite para conhecer o potencial das Atividades Complementares e fazer da nossa escola uma escola única e melhor a cada dia.


Baixe o ebook: A importância da excelência em inglês na escola

 


Educação Infantil
Amarelinho, Amarelo e Laranja
(1 a 4 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 336
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Educação Infantil
Azul e Vermelho (4 a 6 anos)
Ensino Fundamental
1º ao 3º ano (6 a 9 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 664
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-003

Ensino Fundamental
(4º ao 9º ano)
Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

Rua Professor Vahia de Abreu, 488
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

UMA ESCOLA DO GRUPO

 
Política de privacidade

Fale conosco

escolaviva@escolaviva.com.br

(11) 3040-2250

ACOMPANHE NOSSAS
REDES SOCIAIS: