O tão esperado retorno às aulas presenciais

por Cynthia Blanco - Comunicação Escola Viva

Depois de um período fechadas e mais um tempo atuando com capacidade reduzida no ensino presencial, as escolas se preparam para receber de volta todos os seus alunos e alunas. 

Na Escola Viva, é um retorno aguardado por todos, escola e famílias, e preparado com muito carinho por toda a equipe.

A imagem mostra um grupo de crianças do grupo Vermelho em uma roda de leitura de inglês em uma aula presencial.Roda de Leitura Inglês - Grupo Vermelho

Segundo estudos da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apontam que o fechamento das escolas pode provocar prejuízos à aprendizagem, o aumento do abandono escolar, além de implicações emocionais. 

Aulas presenciais em agosto na Escola Viva

Respeitando as orientações e diretrizes anunciadas pelo Governo de São Paulo no decreto 65.849, a Escola Viva vai ampliar a frequência das atividades presenciais e o número de estudantes envolvidos.

Desde março de 2020, quando o coronavírus ganhou todas as manchetes, obrigando, também, as escolas a fecharem os portões para as aulas presenciais, a Escola Viva tem trabalhado em parceria com a Consultoria do Hospital Sírio-Libanês para enfrentar todos os desafios impostos pelo novo cenário e garantir segurança e saúde para todos os alunos, alunas, famílias e colaboradores.

Considerando a estrutura e número de estudantes, a escola elaborou um plano de funcionamento específico para cada uma das suas unidades do Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio

Muitas foram as ações pensadas, planejadas e adotadas pela escola para garantir a segurança dos seus frequentadores:

  • comunicação visual nos ambientes;

  • reorganização de espaços e mobiliários;

  • ajustes nas rotinas para evitar aglomerações, também, nos horários de entrada e saída; 

  • escalonamento de horários de recreios e intervalos; 

  • redistribuição de alunos e remanejamento de turmas;

  • adaptação de sanitários e lavatórios;

  • racionalização de áreas comuns;

  • definição de novas regras para alimentação;

  • sempre que possível, prioridade nas atividades em espaços abertos e arejados, o que é favorecido em todas as unidades da escola. 

A imagem mostra um grupo de crianças jogando bola em um quintal de terra com árvores.Quintal da unidade Infantil

Ensino remoto para estudantes pertencentes aos grupos de risco 

Muito se aprendeu durante todo esse período de ensino híbrido. Profissionais da educação e estudantes ganharam autonomia digital e conquistaram muitas ferramentas que até pouco tempo atrás não faziam parte da rotina como fazem hoje.

A modalidade de ensino remoto será mantida pela Escola Viva para alunos e alunas pertencentes aos grupos de risco e que, ainda neste momento, não frequentarão a rotina presencial. Também será mantido o formato remoto para algumas atividades extracurriculares e de grupos específicos, até que todos estejam totalmente adaptados ao retorno presencial.

A equipe planeja um trabalho personalizado para garantir que a proposta pedagógica não sofra impacto e que as crianças tenham acesso a todas as informações necessárias.

A imagem mostra uma aluna com máscara em atividade on-line.Aluna em atividade on-line

99,5% da Equipe Escola Viva já recebeu, pelo menos, a primeira dose da  vacina

Em maio de 2021, o Ministério da Saúde autorizou a prioridade para a vacinação de todos os profissionais da educação. 

A Escola Viva promoveu a conscientização e apoiou a vacinação de todos os colaboradores e, atualmente, 99,5% dos seus funcionários já receberam, pelo menos, a primeira dose da vacina. E a escola continua com a  meta de 100%.

Mensalmente, a escola divulga o “Vacinômetro Escola Viva” com os os números otimistas relacionados à imunização da equipe. Informação transparente para toda a comunidade.

A vacinação de toda a equipe é um grande passo para a conquista de um ambiente seguro e saudável para todos que frequentam os ambientes da escola.

A imagem está dividida ao meio e mostra duas mulheres recebendo vacinas.Equipe 99,5% vacina com, pelo menos, a primeira dose

Por que as aulas presenciais são tão importantes?

A infância é um importante período para o desenvolvimento cognitivo, fundamentalmente, motivado por descobertas que, muitas vezes, podem ser estimuladas pelo espaço, pelos materiais, objetos, animais, plantas... apresentados pelo ambiente. Esses estímulos ajudam as crianças a exercitar suas maneiras de ser, estar e pensar o mundo. 

As propostas pedagógicas da Escola Viva - da Educação Infantil ao Ensino Médio - são pensadas para despertar nos estudantes o desejo de conhecer o mundo.

A BNCC - Base Nacional Comum Curricular destaca que “as aprendizagens essenciais compreendem tanto comportamentos, habilidades e conhecimentos quanto vivências que promovem aprendizagem e desenvolvimento nos diversos campos de experiências, sempre tomando as interações (…) como eixos estruturantes.”

Muitos aprendizados são possíveis pelas brincadeiras e pela ação. Brincando, a criança experimenta e aprende

Cantar e dançar em grupo, brincar ao ar livre, alimentar as galinhas e o coelho, observar as árvores do quintal ou ver nascer a borboleta laranja...tudo é aprendizado! 

Todas as atividades podem ser potencializadas e ganhar significados a partir do olhar pedagógico preparado e atento.

A imagem mostra duas crianças observando uma galinha através de um vidro.Galinheiro unidade Infantil

A importância da experiência de conviver 

O espaço escolar, um espaço de convivência coletiva, gera situações de aprendizagem e possibilita a vivência com outras crianças, adultos, plantas e animais, desafios e regras diferentes dos existentes no ambiente da família. 

Na escola, crianças menores e maiores, adolescentes e adultos convivem em seus múltiplos papéis, estabelecendo uma teia de relações que é matéria prima preciosa, principalmente quando falamos na construção de valores, no despertar da curiosidade e do encantamento. 

O espaço é organizado para permitir essa rede de relações. Oferece uma microssociedade onde os conflitos, as negociações e as suas soluções emergem como excelentes situações para a aprendizagem. 

O convívio social diário, as amizades, o rico compartilhamento de experiências e até mesmo os conflitos que acontecem, inevitavelmente, nas negociações impostas pelo cotidiano são essenciais para o desenvolvimento cognitivo, tanto individual quanto coletivo. 

Na roda de conversa são discutidos os conflitos, estabelecidos os combinados, apresentados os pontos de vista, negociados os parâmetros. É momento propício para estimular as crianças a apresentarem argumentos e vivenciarem discussões. Desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, as rodas (que adotam diferentes nomes ao longo dos segmentos, podendo ser assembleias, fóruns de debate, etc) são poderosos instrumentos da proposta pedagógica. 

A necessidade de construir soluções em grupo é o grande aprendizado da convivência diária. Aprendizado muito importante de ser exercitado durante toda a vida.

A imagem mostra crianças em um roda de conversa.Roda de conversa grupo Verde

Os benefícios da convivência presencial no ambiente escolar

São vários os benefícios que a convivência escolar presencial propicia ao desenvolvimento cognitivo da criança e do adolescente. Estão entre os principais:

  • A convivência com outras crianças ou adolescentes exercita atitudes de compartilhar e colaborar. O que pode ser aplicado a brinquedos, materiais, amigos, alimentos ... 

  • A experiência de estar em grupo ajuda o aluno a aprender a aguardar a sua vez. A sua vez para utilizar um determinado brinquedo ou material, a sua vez de ser atendido, a sua vez de falar, de sentar ao lado da professora, de ser o ajudante do dia ... 

  • Ouvir e falar com pares da mesma faixa etária favorece o desenvolvimento da linguagem e do vocabulário. 

  • Respeitar a individualidade e a diversidade. Apesar de ser um grupo, cada um é um indivíduo único, com preferências e particularidades. 

  • O conhecimento do outro favorece o autoconhecimento. Em grupo, a criança tem contato com diferenças,  e esse contato ajuda o entendimento a respeito da sua própria individualidade. 

A imagem mostra um grupo de crianças observando um lago.Grupo Laranja observa os marrecos na unidade Infantil

Ensinamentos e aprendizados do ensino híbrido

O cenário da pandemia surpreendeu a todos nós. As exigências de distanciamento social provocaram mudanças repentinas na rotina das escolas e das famílias. As janelas virtuais ganharam ainda maior espaço na vida de adultos e crianças.  

Foi (e está sendo) certamente um período desafiador e de muito aprendizado para todos.

O planejamento pedagógico, pensado prioritariamente contando com a presença física de professores e estudantes na escola, foi repensado. Atividades, interação, material pedagógico e uma série de outros assuntos periféricos, que formam o corpo físico de uma escola, foram reorganizados. 

Dia a dia, ensinando e aprendendo. A proposta pedagógica ganhou outros contornos, ganhou os contornos infinitos do mundo virtual. Alunos e alunas acompanharam atentos, diariamente, as aulas virtuais...de outras cidades e até de outros países. De longe, podendo estar muito próximos, sempre!

E professores e estudantes seguem reinventando-se.

A imagem mostra uma sala de aula onde dois professores dão aula de máscara.Adaptações ao ensino híbrido

Cada um da sua janela

Durante todos esses meses, muitos encontros aconteceram pelas janelas virtuais. 

Regularmente, a equipe pedagógica reúne-se para pensar e discutir estratégias para adaptar propostas ao ambiente presencial e também ao ambiente virtual. Propostas que garantam que os ensinamentos cheguem e motivem as crianças na ponta de todo esse processo. 

Durante os tempos de isolamento social, as casas tornaram-se palcos de ensinamentos e ambientes de aprendizagem. 

A contagem de portas, por exemplo, transformou-se em uma tarefa divertida, para depois ser compartilhada entre os colegas. A observação das plantas do quintal de cada um, a apresentação dos bichos de estimação, do brinquedo preferido ou do irmãozinho que acabou de nascer. 

As janelas virtuais das casas foram abertas, e alunos e alunas puderam visitar-se virtualmente, uma experiência que ficará marcada na história de todos. Deliciosas conversas e piqueniques virtuais. 

Os mais velhos exercitam fortemente o uso de várias ferramentas virtuais, tão importantes no mundo de hoje.

Afinal, com muita criatividade, educadores e estudantes levarão muito aprendizado da experiência vivida neste período.

A imagem mostra uma criança em frente a uma tela de computador.Ensino remoto

A importância dos protocolos 

Os temas relativos à Covid-19, coronavírus, pandemia, máscaras, álcool em gel ganharam todos os espaços presenciais e virtuais. As propostas pedagógicas inseriram e traduziram o tema para que o assunto pudesse atingir todas as faixas etárias.

A Escola Viva trabalha constantemente a importância do cumprimento dos protocolos de segurança, dentro e fora do ambiente escolar. 

O questionário de Autodiagnóstico (questionário respondido pelo aplicativo da escola obrigatoriamente todos os dias antes da chegada dos alunos e alunas às aulas presenciais) permite que a escola monitore os casos suspeitos e tome todas as ações indicadas.

Todas as ocorrências de suspeitas de caso de covid de estudantes, familiares ou colaboradores são comunicadas às famílias e membros da equipe. A comunicação é ágil e transparente, transmitindo a segurança a toda a comunidade. Todos envolvidos na grande luta travada dia a dia contra a Covid-19.

Professores e professoras destacam incansavelmente a extrema importância da vigilância de todos para que o respeito às regras garanta a segurança e saúde de toda a comunidade. 

A imagem mostra um grupo de criança sentadas em um chão de tijolos vermelhos.Máscara e distanciamento social

Informação sempre à mão

Desde o início da pandemia, a Escola Viva trabalha em parceria com a Consultoria do Hospital Sírio-Libanês para desenvolver protocolos de segurança sanitários e operacionais que garantam a segurança e saúde de colaboradores, estudantes e famílias. A iniciativa, que contou com o apoio da Bahema Educação, foi fundamental na preparação dos espaços, treinamento das equipes e orientação de todos.

O trabalho da Consultoria analisou os processos e riscos e desenvolveu planos de ação para preparar a estrutura para o retorno das aulas presenciais. A parceria também propiciou a formação dos Comitês da Escola Viva - grupos formados por famílias e colaboradores - que desenvolveram os manuais - Manual das Famílias e Manual dos Colaboradores.

Os Manuais são materiais fundamentais nesse processo de formação e informação. O assunto ganhou espaço entre as crianças e os membros da equipe. Coloriu nossos murais, salas de aulas e também ganhou espaço nas casas das famílias. 

Higiene reforçada na rotina presencial

Distantes, mas bem pertinho

Esse período (nada fácil!) de pandemia, distanciamento social, aulas remotas... também possibilitou  ensinamentos muito importantes que serão levados para toda a vida.

Não precisamos estar juntos para estarmos perto. A convivência virtual diária não deixa dúvidas quanto a isso. 

Em junho de 2020, a equipe se reuniu e cantou para que todo o carinho da Escola Viva chegasse, em forma de canto, a todos os alunos, alunas, famílias e colaboradores. Veja no vídeo abaixo.

A imagem mostra um quadro dividido em vários quadrados. em cada quadrado a imagem de uma pessoa.

No Canal do Youtube da Escola Viva, também disponibilizamos vários outros momentos preciosos vividos e compartilhados durante todo esse período em que estivemos longe, mas sempre perto. 

Confira alguns abaixo:


Baixe o ebook: Desenvolvendo competências socioemocionais na escola 

A imagem mostra a capa de um ebook.

Siga as redes sociais da Escola Viva - Instagram, Facebook e Linkedin  

Leia mais no blog da Escola Viva





Educação Infantil
Amarelinho e Laranja (1 a 3 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 336
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Ensino Fundamental
3º ao 7º ano

Rua Professor Vahia de Abreu, 488
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Fale conosco

escolaviva@escolaviva.com.br

(11) 3040-2250

UMA ESCOLA DO GRUPO


Política de privacidade

Educação Infantil
Azul e Vermelho (4 e 5 anos)
Ensino Fundamental – 1º(Verde) e 2 ano (3 a 8 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 664
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-003

Ensino Fundametal
8° e 9° ano

Rua Casa do Ator, 836
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04546-002


Ensino Médio
1ª a 3ª série

Rua Casa do Ator, 836
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04546-002

ACOMPANHE NOSSAS
REDES SOCIAIS: