Conta mais! Como terminou?

Daniela Munerato

Coordenação Pedagógica do Fundamental 1 da Escola Viva

 

A imagem mostra uma criança folheando um livro.

Das memórias de poucos livros nas prateleiras até hoje em dia, com todas as infinitas possibilidades que temos para encontrar obras literárias, é difícil conhecermos alguém que não tenha uma história para contar… 

A narração apresenta-se por diferentes meios: nos livros, na vida, no cinema, na televisão, nos vídeos disponíveis na internet. 

A literatura mostra-se como um caminho a ser percorrido com intencionalidade formativa, sendo os livros ótimos recursos para acompanhar a cultura, as gerações, os tempos e as diferentes narrativas "de casa para o mundo", como bem diz Teresa Colomer - diretora de Mestrado de Literatura e Livros em Barcelona.

É possível encontrar literatura em diferentes formatos: oral, escrita, gravada ou pelos audiovisuais. Ela representa instrumentos de cultura, nos ajudando a compreender as formas de linguagens, as tramas, o que são personagens, as ambiguidades entre a ficção e a realidade, os finais abertos e as diferentes interpretações.

A imagem mostra 3 crianças com livros sobre uma mesa

Reflexão além das vitrines

Na escola, precisamos de uma reflexão que vá além das vitrines das livrarias que, a cada semana, oferecem vários títulos diferentes. Uma reflexão que considere percursos, critérios de escolha e que, pela transversalidade, favoreça caminhos que sigam seus rumos em determinados momentos da vida e do desenvolvimento. 

Quais são os livros ou as obras que não podemos deixar de conhecer?

Quais são as obras sobre as quais não podemos deixar de refletir? 

Como escolhemos os livros? Por série ou por segmento? 

A narrativa relaciona-se com o momento de estudo? Traz diferentes pontos de vista a depender de quem conta? 

A imagem mostra uma mão de criança sobre um livro aberto.

Um mundo mágico pelas portas da literatura

Pelas portas da literatura, ingressamos em um mundo imaginário, descrevendo um grande repertório de imagens simbólicas que são construídas ao longo da nossa vida, nas lendas, nos mitos, no folclore e em outros textos. 

Tais imagens, que nos fazem reconhecer marcas da cultura na coletividade, trazem elementos e rituais desconhecidos e farão parte dos nossos sonhos, ampliando nossa visão da realidade. E temos ainda os elementos de magia, como as varinhas, as poções, os pós mágicos e os lugares desconhecidos, com características peculiares e mundos diversificados.

Além do mundo imaginário, o contato com diferentes modelos narrativos e poéticos nos ajuda na apropriação, com ritmos, com o que se pode esperar ou antecipar: a sequência em uma fábula, um feitiço ou um animal humanizado.

Outro ponto a ser considerado é a ampliação do diálogo entre grupos, com diferentes formatos e provocações a respeito dos olhares sobre o mundo.

A imagem mostra uma roda de crianças sentadas em cadeiras. Ao fundo prateleiras com livros.

O que forma um leitor ou uma leitora?

Porém, o que forma realmente um leitor ou uma leitora é o prazer que sente e a curiosidade que move para estar atento e saber mais, procurar, desejar, escolher fazer leituras. 

Isso não ocorre por si, mas precisa de modelos, de boas provocações e desafios que façam encontrar caminhos e possam seguir em frente.

Na Escola Viva, a formação do leitor é um valor. 

O livro na rotina

Na nossa rotina na Escola Viva, desde pequeninos, alunos e alunas vivenciam os momentos de leitura feitos pelos professores e professoras. Os livros fazem parte do ambiente de aprendizagem e podem ser encontrados, contados, abraçados; as histórias podem ser escolhidas e repetidas muitas e muitas e muitas vezes…

Neste contexto, as crianças aprendem conteúdos vinculados aos fazeres dos leitores, recomendando textos, confrontando interpretações sobre eles, lembrando de outros textos a partir das discussões. 

Sobre os conteúdos vinculados aos saberes dos escritores, as crianças escrevem opiniões, indicações em função de diferentes propósitos, revisam e discutem sobre e comunicação do texto. 

E assim, aparecem, com intencionalidade, conteúdos relativos ao sistema de escrita, com o desafio de viverem os dois lugares: de leitores e escritores.

A imagem mostra crianças observando um livro.

Os livros e as famílias

Além disso, temos também um lindo projeto que envolve as famílias, mas este será um assunto para outro texto...

Sim, contaremos mais… que precisamos encontrar os poemas, os contos e toda a literatura possível na escola, não para sublinhar ideias principais de cada livro e nem as marcas de sua estrutura escrita, mas para integrar os fatos, algumas vezes, absurdos; em outras vezes, aleatórios.  

A literatura nos ajuda com a experiência, o olhar diversificado que nos faz compreender melhor a nós mesmos, ao outro e ao mundo: construindo sentidos…

A imagem mostra 2 crianças em frente de uma prateleira de revistas em quadrinhos.


Baixe o ebook:  Educação integral e ensino de qualidade

A imagem mostra a capa de um ebook.

Siga as redes sociais da Escola Viva -  Instagram, Facebook e Linkedin

Leia mais no blog da Escola Viva

 


Educação Infantil
Amarelinho e Laranja
(1 a 4 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 336
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Educação Infantil
Azul e Vermelho (4 a 6 anos)
Ensino Fundamental
1º (Verde) e 2° ano (6 a 8 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 664
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-003

Ensino Fundamental
(3º ao 9º ano)
Ensino Médio
(1ª a 3ª série)

Rua Professor Vahia de Abreu, 488
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

UMA ESCOLA DO GRUPO


Política de privacidade

Fale conosco

escolaviva@escolaviva.com.br

(11) 3040-2250

ACOMPANHE NOSSAS
REDES SOCIAIS: