Desenvolvimento cognitivo infantil - dicas fundamentais

Boas experiências são essenciais no desenvolvimento cognitivo infantil para que a criança ou adolescente aprenda a interagir com o mundo e com as pessoas ao seu redor. 

Confira neste artigo informações e dicas fundamentais sobre o assunto.

A imagem mostra uma criança em frente a duas estantes de livros. Acima da estante, cartazes coloridos.

Algumas ideias importantes sobre desenvolvimento na Escola Viva

O desenvolvimento cognitivo infantil é a forma como a cognição evolui. Juntamente com as capacidades motoras e emocionais, constitui um dos pilares do crescimento intelectual. 

Vários estudiosos debruçaram-se sobre esse assunto e teceram diferentes teorias sobre desenvolvimento cognitivo, desenvolvimento psíquico, afetivo/social, psicomotor. Esses recortes, ao pensar os indivíduos, têm fins didáticos e nos ajudam a focar o olhar em determinados aspectos, mas na escola, valorizamos o desenvolvimento global do indivíduo, pensamos nas crianças como seres inteiros, crianças que precisam crescer e se desenvolver em todos os aspectos.

Acreditamos, portanto que o desenvolvimento: 

  • É um processo dinâmico e não linear, que se assemelha mais à imagem da espiral e não da escada, com idas e vindas.
  • Precisa considerar o próprio indivíduo. Há expectativas de aquisições e avanços, mas os tempos e ritmos individuais são importantes. Acreditamos que a criança aprende a partir da sua interação com o meio físico e social, que  sofre influência do meio e exerce influência sobre ele. Que traz algumas características consigo desde a vida intrauterina, mas que isso não determina a pessoa que ela será.

A imagem mostra a mão de uma criança suja de tinta carimbando uma parede azul.Criação artística livre

A partir dessas ideias, e considerando as diretrizes da BNCC - Base Nacional Comum Curricular, fazemos nossas escolhas e traçamos nosso percurso, organizamos nosso espaço físico, formamos nossos profissionais. A visão de desenvolvimento, é um dos fatores que determina a concepção de aluno e que, portanto, permeia todo projeto de uma escola.

Quando falamos de desenvolvimento cognitivo infantil, falamos no aperfeiçoamento de uma série de habilidades e competências mentais. Capacidades que estão ligadas ao processo de ensino aprendizagem e que são desenvolvidas ao longo da vida. 

Quando brinca, a criança aperfeiçoa uma série de habilidades: atenção, memória, linguagem, raciocínio lógico, coordenação motora, etc. Ao brincar a criança desenvolve habilidades e competências que serão utilizadas na primeira infância e ao longo de toda a vida. 

A imagem mostra um grupo de crianças brincando em um quintal.Quintal unidade Infantil

Desenvolvimento cognitivo infantil, segundo Vygotsky

Lev Vygotsky (1896 - 1934), psicólogo e pensador, foi pioneiro na defesa do desenvolvimento intelectual como resultado das interações sociais e condições de vida.

Segundo a Teoria de Aprendizagem de Vygotsky, o desenvolvimento cognitivo infantil acontece pelas interações sociais, relação com outros indivíduos e com o meio. A interação social possibilita a geração de novas experiências e conhecimento desde a educação infantil até a idade adulta.

Desenvolvimento cognitivo infantil, segundo Piaget

Segundo Jean William Fritz Piaget (1896 - 1980), biólogo, psicólogo e epistemólogo, grande autoridade no tema educação, a assimilação é “(...) uma integração a estruturas prévias, que podem permanecer invariáveis ou são mais ou menos modificadas por esta própria integração, mas sem descontinuidade com o estado precedente, isto é, sem serem destruídas, mas simplesmente acomodando-se à nova situação”. 

Piaget revolucionou a forma de encarar e desenvolver a educação infantil. O seu estudo mostrou que as crianças pensam de forma diferentes dos adultos e constroem o próprio aprendizado, conceitos básicos da abordagem construtivista.

A imagem mostra um grupo de crianças brincando na terra.Quintal unidade Infantil

Desenvolvimento cognitivo na educação infantil 

Estudos neurológicos defendem que a primeira infância é um período fundamental no desenvolvimento cerebral. O cérebro está em constante construção até os seis anos de idade. Nessa fase é muito importante o acompanhamento e incentivo de descobertas que possam motivar a personalidade, a capacidade intelectual e o comportamento social da criança. 

Durante a infância, acontece uma quantidade maior de sinapses, que são as conexões que possibilitam a comunicação entre os neurônios. Quanto maior for o números de sinapses, maior a capacidade cognitiva. Na infância, todos os estímulos sensoriais - visão, fala, tato, paladar, etc - levam à comunicação entre os neurônios e, portanto, facilitam o processo de ensino aprendizagem.

Leia no blog da Escola Viva: Escola na primeira infância: qual a influência em seu desenvolvimento?

A imagem mostra as mãos de uma criança manuseando uma massa de modelar.Trabalho com massa de modelar

Dicas para estimular o desenvolvimento cognitivo infantil

Boas experiências para favorecer o desenvolvimento cognitivo infantil devem acontecer de forma constante e contínua, incorporadas às ações das famílias e escolas. Organizamos aqui alguns dos principais tópicos que devem incorporar as práticas de ensino aprendizagem:

Brincadeiras ao ar livre

A atividade de brincar ao ar livre pode ser deixar a criança se divertir à vontade, sem direcionamento específico. A exploração do ambiente estimula a criatividade, criando uma brincadeira, conforme o seu desejo e no seu ritmo, ela estará aprendendo novas experiências e se desenvolvendo. 

Utilizando as brincadeiras, a criança pode expressar sentimentos e fantasias do seu mundo interior, desenvolvendo a criatividade e aprendendo a lidar com as suas emoções. 

Pega-pega, esconde-esconde, futebol, corridas, brincadeiras na terra e etc. As brincadeiras ao ar livre trazem inúmeros atrativos, além do exercício de atividade física, o contato com a natureza, a socialização, etc. Ambiente rico para o desenvolvimento cognitivo infantil.

O ato de brincar exercita o aprendizado do cooperar e negociar. Ensina a ser empático, criativo e a lidar com regras. 

Leia no blog da Escola Viva: Escola é lugar de brincar!

A imagem mostra um grupo de crianças jogando futebol em um quintal com chão de terra. Futebol no Quintal do Infantil

Atividades e jogos

Costura e bordado, jogos de construção e de encaixe, quebra-cabeças são algumas dentre as muitas atividades que exercitam o pensamento e colaboram com o desenvolvimento cognitivo infantil. 

Brincadeiras, jogos e conversas que estimulem o raciocínio e a concentração. 

Ao brincar a criança aperfeiçoa habilidades: atenção, memória, linguagem, raciocínio lógico, coordenação motora, etc e, também, desenvolve competências que serão utilizadas ao longo de toda a vida. 

Na brincadeira, estabelece-se entre pares, encontros e conflitos inerentes a toda interação social. Quando isso acontece, têm boas oportunidades para resolver problemas reais por meio de conversas, argumentação e buscam suas próprias soluções de maneira criativa e participativa  

A imagem mostra um grupo de crianças ao redor de uma caixa que contém novelos de linhas coloridas.Trabalho criativo com linha

Leitura

É importante escolher obras com linguagem adequada à idade da criança ou adolescente e compartilhar a leitura. Ler e conversar sobre a história, os personagens, os cenários, o tempo da obra é uma rica ferramenta no desenvolvimento cognitivo infantil. 

O hábito da leitura deve ser cultivado desde cedo. Ler para a criança (e incentivar esse hábito) ajuda no desenvolvimento da criatividade e imaginação, exercita a atenção, aprimora a linguagem e também ajuda na escrita e nas reflexões a respeito do mundo. 

Conversar com a criança a respeito do conteúdo e trocar opiniões sobre a história são ótimas formas de observar a forma como a criança enxergou e interpretou o texto. Partindo das histórias lidas, desafiar a criação de novos enredos, novos personagens, novos mundos são excelentes exercícios de criatividade. 

Que tal uma Jornada Literária? Confira a lista de posts em nosso Instagram, @EscolaViva que traz dicas especiais para cada etapa escolar:

A imagem mostra um grupo de crianças lendo um livro de histórias.Momento da Leitura do Grupo Laranja

Artes plásticas 

O desenho e a pintura são “brincadeiras” poderosas. Desenvolvimento motor e criatividade estimulados na mesma atividade além de uma ótima forma de perceber a forma como a criança vê o mundo e estimular conversas e a criação de histórias.

As atividades propostas com tintas, papéis, pincéis e riscadores, a colagem, a construção, a modelagem e a costura também são deliciosas maneiras de favorecer encontros com a imaginação. As crianças exploram e percebem que seus gestos produzem marcas e podem representar o mundo. 

Leia no blog da Escola Viva: A arte na Educação Infantil – Onde tudo começa? Criatividade, expressão e compreensão

A imagem mostra uma criança manuseando pincéis sujos de tinta.Trabalho com pincéis

Música

A música é uma poderosa forma de expressão para a criança e o adolescente e é também muito importante para o desenvolvimento cognitivo infantil. 

A linguagem musical exercita a linguagem, a expressão, a memória e o raciocínio. Além de favorecer o contato social e fortalecer a autoestima. O conhecimento e o gosto pela música formam um repertório artístico que pode ajudar a criança ou adolescente no desenvolvimento de um olhar crítico sobre a arte e sobre o mundo.

As cantorias propiciam momentos poderosos de expressão pessoal e interação social. 

A imagem mostra um grupo de crianças com instrumentos musicais. Exercício de Música

Conversar e criar hipóteses

Fazer perguntas e estimular o raciocínio da criança no caminho de possíveis respostas. O exercício das hipóteses que as crianças formulam é mais importante do que propriamente descobrir a resposta correta. 

As conversas são fundamentais para o desenvolvimento cognitivo infantil, mesmo antes de a criança poder se comunicar verbalmente. Mais tarde, quando isso já é possível, os diálogos, e sobretudo a escuta,  são importantes para estimular a aprendizagem para que o adulto possa saber o que a move: quais são suas curiosidades, seus interesses, suas investigações e perguntas. 

O hábito da conversa também é essencial para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e sociais. 

A imagem mostra um grupo de pessoas sentadas em roda no chão.Momento de Roda

Tecnologia 

A tecnologia deve ser utilizada como aliada do desenvolvimento cognitivo infantil. Os recursos tecnológicos devem ser disponibilizados com parcimônia e supervisão. 

A utilização de aplicativos educacionais pode ser uma ótima ferramenta, desde que feita com critério e limites bem claros que não prejudiquem a socialização da criança. 

Não é necessário, nem recomendável, proibir o uso da tecnologia, afinal, essa é uma das competências fundamentais para o mundo digital, mas devemos buscar o seu ponto de equilíbrio

A Organização Mundial da Saúde tem uma cartilha com indicadores que podem ajudar na definição desses limites. 

Cultura Maker - mão na massa no desenvolvimento cognitivo infantil

O Maker é uma metodologia contemporânea que possibilita o aprendizado significativo do “aprender fazendo”. Aprender construindo, projetando, prototipando ou programando. 

Cultura Maker: que bicho é esse?

Os projetos acontecem entre os martelos, furadeiras, parafusos, tintas, impressora 3D, cortadora a laser e diversos outros materiais. Os laboratórios seguem o movimento da democratização do acesso a tecnologias de prototipagem e fabricação, espaços para a materialização de ideias e projetos.

Leia no blog da Escola Viva: A importância da Cultura Maker para a Educação.

A imagem mostra um adolescente em frente a uma bancada de ferramentas.Aula Maker

Participe do evento - ONDE TUDO COMEÇA?

A escola e a família no centro do desenvolvimento das crianças.

 

A imagem mostra o cartaz de divulgação de um curso para formadores de educação infantil.

Baixe o ebook: Guia de sugestões de atividades educacionais infantis.A imagem mostra a divulgação de um ebook.Leia mais no blog da Escola Viva:

A importância da Cultura Maker para a Educação

O que significa tirar férias nos tempos de hoje?

A arte na Educação Infantil – Onde tudo começa? Criatividade, expressão e compreensão

Projeto Bibliotecas Viva busca formação do leitor no ambiente escolar


Educação Infantil
Amarelinho e Laranja (1 a 3 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 336
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Ensino Fundamental
3º ao 7º ano

Rua Professor Vahia de Abreu, 488
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-002

Fale conosco

escolaviva@escolaviva.com.br

(11) 3040-2250

UMA ESCOLA DO GRUPO


Política de privacidade

Educação Infantil
Azul e Vermelho (4 e 5 anos)
Ensino Fundamental – 1º(Verde) e 2 ano (3 a 8 anos)

Rua Professor Vahia de Abreu, 664
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04549-003

Ensino Fundametal
8° e 9° ano

Rua Casa do Ator, 836
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04546-002


Ensino Médio
1ª a 3ª série

Rua Casa do Ator, 836
Vila Olímpia, São Paulo, CEP: 04546-002

ACOMPANHE NOSSAS
REDES SOCIAIS: