O Ensino Fundamental representa uma etapa importante e significativa na vida escolar dos alunos, pois evidencia o crescimento físico e emocional e a conquista de uma maior autonomia no trabalho escolar e nas relações sociais. 
 
 
Entrar sozinho na Escola, dominar a leitura e a escrita, ter vários professores e aulas de diferentes “matérias”, ser ou eleger representantes de classe..., enfim, essas e muitas outras ações trazem novas vivências e consolidam as experiências dos alunos. 
 
Diante disso, e com o passar das séries, a estrutura curricular sustenta a ampliação de um repertório repleto de associações e interrelações entre temas e conteúdos cada vez mais complexos, convocando os alunos para uma nova dimensão do processo de produção de conhecimento. 
 
A constatação de que diferentes versões e perspectivas sobre um mesmo tema se sobrepõem deflagra a existência do outro, o que contribui muito para a constituição da identidade do aluno e, consequentemente, para o entendimento e o aprofundamento da experiência na coletividade e na diversidade, sempre mediada pelo conhecimento acadêmico e pelas múltiplas linguagens.